Juíza do caso Telexfree dá prazo de 30 dias para manifestação sobre laudo

telexfree internacional

A juíza da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, Thaís Borges, determinou prazo de 30 dias para que a Ympactus Comercial S/A, a Telexfree e o Ministério Público do Acre (MP-AC) se manifestem sobre o laudo pericial feito após uma auditoria nas contas da empresa. O laudo havia sido entregue à Justiça no dia 11 de fevereiro de 2015, mas o teor não foi divulgado.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), o laudo é conclusivo e agora as partes terão um prazo de 15 dias cada para se manifestarem sobre o conteúdo. Caso uma delas conteste o documento terão que apresentar novas provas. No entanto, caso não ocorram manifestações de nenhuma das partes no período a juíza poderá entrar na fase final do processo e proferir uma sentença sobre o caso, que já se arrasta desde junho de 2013.

Comentários