RN tem 857 casos de dengue confirmados no 1º trimestre

Vídeo mostra mosquito Aedes aegypti no momento da picada (Foto: Sanofi Pasteur/Divulgação)

Mosquito Aedes Aegypti é agente transmissor da
dengue (Foto: Sanofi Pasteur/Divulgação)

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) confirmou 857 casos suspeitos de dengue no primeiro semestre no Rio Grande do Norte. Os dados foram divulgados nesta  segunda-feira (6) e são referentes à semana epidemiológica nº 13, com números coletados até o dia 4 de abril.

Ao todo, foram notificados 8.361 casos suspeitos de dengue no estado, o que representa um aumento de 217,06% em comparação ao mesmo período do ano passado. Do total de notificações, 857 casos foram confirmados.

Os cinco municípios que mais notificaram foram Natal (2.094), Currais Novos (529), Parnamirim (457), Parelhas (431) e Mossoró (260). Quanto à incidência em dengue, 38 municípios apresentaram alta, 29 estão com média, 65 estão com baixa e 35 apresentaram incidência silenciosa.

A coordenadora do Programa Estadual de Controle da Dengue, Sílvia Dinara Alves, ressalta a importância dos municípios notificarem os casos suspeitos da doença, para colaborar com o planejamento das ações de combate ao agravo. Segundo ela, a principal arma contra a doença é a prevenção, responsabilidade de todos.

O programa chama a atenção para os cuidados com relação a possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor do agravo, para enfrentar a epidemia. Dessa forma, a Sesap orienta para que a população intensifique as medidas de prevenção, entre elas: não acumular lixo em locais inapropriados e manter a lixeira fechada, manter as caixas d’água e outros recipientes de armazenamento de água fechados; não deixar água acumulada sobre a laje ou calhas; colocar areia nos vasos das plantas, entre outras.

G1RN

Comentários