Servidores em greve decidem suspender matrículas do Sisu na Ufersa


Os 1.270 aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para a Universidade Federal do Semiárido (Ufersa) podem ficar sem a matrícula. Na manhã desta quarta-feira (17), os servidores em greve da universidade decidiram, em assembleia, suspender as matrículas, previstas para começar na sexta-feira (19) e seguir até o dia 23 de junho. No início da tarde, o comando local de greve encaminhou um ofício comunicando a decisão para a reitoria da Ufersa.

Via Robson Pires

Comentários