Novo Programa do Leite deve beneficiar 107 mil famílias no RN

Objetivo também é incentivar os pequenos e médios produtores do estado. (Foto: MDS)
 Objetivo também é incentivar os pequenos e
médios produtores do estado. (Foto: MDS)

O governo do estado lançou neste sábado (29) o novo Programa do Leite, uma ação social que tem como objetivo de melhor nutrir crianças carentes, gestantes, idosos a partir de 60 anos, deficientes, portadores de HIV, tuberculosos e pessoas com câncer.

Neste novo formato, que segundo o governo tem investimento de R$ 47 milhões/ano, os pequenos produtores poderão fornecer o leite. Cento e sete mil famílias serão beneficiadas em todo o estado. O lançamento aconteceu em Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal. Os moradores da comunidade, agora incluída no programa, vão receber 300 litros de leite por dia.

O programa, que já enfrentou problemas na entrega, no atraso do repasse do pagamento para os produtores e defasagem no preço do leite, agora pretende fortalecer a bacia leiteira do estado, já que toda a produção tem que ser local.

A Secretaria de Trabalho, Habitação e “Hoje, dos R$ 30 milhões destinados a compra do leite, somente 190 produtores recebem. Nós queremos que chegue a aproximadamente 2 mil produtores. Isso vai ajudar a dinamizar a economia dos pequenos e médios municípios e vai gerar mais trabalho e renda, além de contribuir com o desenvolvimento econômico e social do estado”, ressaltou César Oliveira, diretor da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater/RN).

Assistência Social será responsável por orientar, prestar assessoria e supervisionar o processo de recadastramento, cadastramento, seleção, inclusão e exclusão de beneficiários. Já a Emater, vai realizar os pagamentos aos fornecedores de leite e laticínios, prestar assistência técnica aos agricultores familiares e produtores rurais, além de fiscalizar a entrega do leite.

G1RN

Comentários