Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 29 de setembro de 2015

PATU- PREFEITA EVILÁSIA REINAUGURA NOVA ESCOLA FRANCISCO FRANCELINO DE MOURA NA SEXTA-FEIRA (02/10)


É importante lembrar que foram investidos mais de R$ 300 mil em recursos próprios do município na grandiosa obra de recuperação e ampliação de toda a estrutura da escola, que vai contar com parte das salas climatizadas, laboratório de informática, biblioteca, banheiros e acessos adaptados para deficientes, além de salas de aula novas e prontas para receber a grande demanda de alunos.

A Escola Municipal Francisco Francelino de Moura é a maior instituição de ensino, mantida pelo município de Patu. Recebe centenas de alunos da zona urbana e rural.

Secom




segunda-feira, 28 de setembro de 2015

PATU- COMDICA DIVULGA NOMES DE MESÁRIOS E ESCRUTINADORES QUE IRÃO TRABALHAR NO DIA 04

 COMDICA TORNA PÚBLICA RELAÇÃO DOS PRESIDENTES, MESÁRIOS, SECRETÁRIOS, ESCRUTINADORES E TÉCNICO DE APURAÇÃO QUE IRÃO TRABALHAR NO PROCESSO DE ESCOLHA UNIFICADO DOS CONSELHEIROS TUTELARES DE PATU




Estado do Rio Grande do Norte
Município de Patu
CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (COMDICA)
Criado pela Lei Municipal nº 123/2003
Rua Doutor José Augusto, S/N, sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, Patu/RN

EDITAL N° 06/2015 - COMDICA
           
O (A) PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PATU – CMDICA, no uso da atribuição que lhe é conferida pelas Leis nº 127/2003; 135/2004 e 381/2015, faz publicar o Edital com a relação dos Presidentes, Mesários, Secretários, Escrutinadores e Técnico de Apuração Eletrônica, para trabalharem no Processo de Escolha em Data Unificada para membros do Conselho Tutelar, para o quadriênio 2016/2019, que acontecerá no dia 04 de outubro de 2015, das 8h às 17h (eleição), e das 17h (apuração), no CAMPUS AVANÇADO DE PATU – CAP/UERN, localizada na Avenida Lauro Maia, SN, Estação, neste Município. Os eleitores do município foram divididos por seção em ordem alfabética.

1ª SEÇÃO – ELEITORES A e B
PRESIDENTE – Bruno Fernandes Paiva
MESÁRIO – Marcelo Joaquim da Silva
SECRETÁRIO – Frank Willy Batista da Silva

2ª SEÇÃO – ELEITORES C, D e E
PRESIDENTE – Akeline Monara Moura Targino
MESÁRIO – Pedro Vieira Teodoro
SECRETÁRIO – Cicero Alves de Araujo Junior

3ª SEÇÃO – ELEITORES F, G e H
PRESIDENTE – Alany Dantas da Silva
MESÁRIO – José Moura Filho
SECRETÁRIA – Marilha Ferreira do Nascimento

4ª SEÇÃO – ELEITORES I e J
PRESIDENTE – Jurgen Klinsmann Azevedo Nogueira
MESÁRIA – Chislannia Maria Mascena de Oliveira
SECRETÁRIO – Cayo Brunno Dantas Cavalcante

5ª SEÇÃO – ELEITORES M
PRESIDENTE – Sildean Kidely Alves
MESÁRIO – Jackson Custeau Saraiva Cortez
SECRETÁRIA – Rita de Cassia de Andrade

6ª SEÇÃO – ELEITORES N, O, P, Q e R
PRESIDENTE – Marilha Gabriela Batista Clemente
MESÁRIA – Emanuela Cândida de Melo
SECRETÁRIA – Maria Isabela Batista Clemente

7ª SEÇÃO – ELEITORES K, L e S
PRESIDENTE – Bruno José Alexandre
MESÁRIO – Claudio Felipe de Moura Ferreira
SECRETÁRIO – Harllison Martins Melo

8ª SEÇÃO – ELEITORES T, U, V, W, X, Y e Z
PRESIDENTE – José Jerffeson Delfino
MESÁRIO – Marcos Antônio Alves da Silva
SECRETÁRIA – Silvaneide Fernandes dos Santos

ESCRUTINADORES:
1ª MESA APURADORA DE VOTOS
FRANCISCO BARBOSA DE MEDEIROS
LUCINEIDE PEREIRA DE SOUZA
JOSÉ MARCONDES PEREIRA DA COSTA
ESPEDITO ALVES DE OLIVEIRA
FRANCISCO GLAUCO BATISTA DA SILVA

2ª MESA APURADORA DE VOTOS
ROMERO GODEIRO DE ARAUJO
FRANCISCO DE ASSIS BATISTA NASCIMENTO
JOÃO DE DEUS HENRIQUE GODEIRO
SORAIA AZEVEDO CORTEZ
JOSÉ ARRILTON CÂNDIDO

3ª MESA APURADORA DE VOTOS
VALTER LUIZ NASCIMENTO
MARIA VERONICA DE MEDEIROS
FRANSNARLY ALVES CAVALCANTE
JUCICLEIA ALVES MACENA
GENIVAL COSMO DOS SANTOS JUNIOR

4ª MESA APURADORA DE VOTOS
ALUÍSIO DUTRA DE OLIVEIRA
NAZARENO ALVES DE OLIVEIRA JUNIOR
MILA CHISTIAN CÂNDIDA CORTEZ
FRANCISCO ELISDEMBERGUE SILVA BEZERRA
ELIEDSON FIRMINO DA SILVA

TÉCNICO DE APURAÇÃO ELETRÔNICA
 Rivaldo Maia dos Santos


PATU/RN, 28 DE SETEMBRO DE 2015.

Francisco Edno Azevedo
Presidente da Comissão Eleitoral do COMDICA


Escolha dos Conselheiros Tutelares de Patu acontece no dia 04 de outubro


.

 CANDIDATOS

Número na Cédula Eleitoral
Nome na Cédula Eleitoral
Nome
01
CLAUDIA REZENDES
CLAUDIA REZENDES MAIA
02
NETINHO
LINALDO OLIVEIRA DOS SANTOS NETO
03
NINO
EDIVÂNIO SOARES DE LIMA
04
CAIO
CAIO RODRIGUES TEIXEIRA ALVES
05
MARTA DANTAS
MARTA MARIA DANTAS PINHEIRO
06
RANIERY ALVES
FRANCISCO RANIERY DE MOURA ALVES
07
CARLOS ALBERTO
CARLOS ALBERTO ALVES DE OLIVEIRA
08
IVANILSON DESENHEISTA
JOSÉ IVANILSON DA COSTA
09
ISAAC MOURA
ISAAC DE MOURA MELO
10
ZÉ LENO
JOSÉ LEMOS ALVES

A eleição segue das 8h às 17h, no CAMPUS AVANÇADO DE PATU – CAP/UERN,


EM PATU VOCÊ CONTA COM A PRÓ-MOVE- FISIOTERAPIA/ PILATES- AVALIAÇÃO, TRATAMENTO E TREINAMENTO



RUA: FRANCISCO DUTRA DE ALMEIDA, Nº 90, CENTRO DE PATU.
(PRÓXIMO À RÁDIO EDUCADORA PATUENSE)



ANUNCIE NO BLOG DO CAMPELO
99656-7084



Polícia diz ter nomes de suspeitos de ter executado o vereador Xanxan Suassuna


O vereador da cidade de Patu, Alexandrino Suassuna Barreto Filho, mais conhecido por “Xanxan” de 47 anos, foi executado na noite deste domingo (20) no bairro Nova Brasília, em Patu, região do Médio Oeste potiguar.

Ele foi alvejado por cerca de doze disparos de arma de fogo em frente a conhecida Churrascaria do Italiano e não resistiu.

Segundo a polícia, dois homens de moto teriam praticado o crime. Eles se aproximaram no momento em que o vereador descia do carro, com a esposa e um enteado, para jantar no estabelecimento.

Os criminosos não foram identificados, mas segundo o delegado de plantão, Luciano Augusto, a polícia já possui o nome dos dois suspeitos, que fugiram com destino ignorado.

De acordo com a PM, o vereador possuía inimigos e foi mais um integrante da família Suassuana, entre dezenas, assassinado na região.

Os mais recentes foram Paulo Henrique Suassuna Barreto, executado no ano passado em Patu, Eriberto Barreto Suassuna, morto em Pau dos Ferros no ano de 2009, João Barreto Suassuna, assassinado em Riacho da Cruz também em 2009, e ainda Geovane Barreto Suassuna, executado em Umarizal no ano de 2000.

Nenhum dos casos, até então, foi solucionado. A polícia acredita que os crimes tenham sido motivados por rixa entre duas famílias, que perduram por cerca de 30 anos.

Os assassinatos viraram tema da reportagem especial do Fantástico, Laços de Sangue, que conta os detalhes e os possíveis motivos da guerra entre duas famílias que teve início no sertão paraibano e migrou para o RN.

Uma operação policial deflagrada em 2011, apontou que mais de 100 pessoas já foram mortas.

De acordo com a polícia, Xanxan já foi vítima de outras tentativas de homicídio na cidade. Além de já ter sido preso por porte ilegal de arma em setembro do ano passado.

Alexandrino Suassuna, o Xanxan, era vereador pelo PMDB. No pleito de 2012, foi o segundo vereador mais bem votado da cidade. Ele também já ocupou o cargo de prefeito interino por três vezes.

Seu corpo foi removido pelo ITEP para ser necropsiado e liberado para sepultamento. O caso será investigado pela Polícia Civil do município, que tem a frente o delegado Sandro Reges.



MPF denuncia ex-prefeita de Água Nova por irregularidades no uso de recursos federais


O Ministério Público Federal (MPF) em Pau dos Ferros apresentou três ações de improbidade e três ações penais contra a ex-prefeita de Água Nova, Iliene Maria Ferreira de Carvalho Ribeiro. Ela foi denunciada à Justiça por ter aplicado irregularmente recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do Programa de Farmácia Básica e do Programa de Atenção Básica (PAB).

As ações são de autoria do procurador da República Marcos de Jesus e, duas delas, que tratam dos recursos do PNAE, também incluem como denunciada a então presidente da Comissão Permanente de Licitação, Maria Ivânia Ferreira de Carvalho Lima.

Em 2005, Iliene e Maria Ivânia permitiram a contratação direta de empresas para fornecer a merenda às escolas, com R$ 11.799 em recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar. Não houve licitação e nem mesmo procedimento formal de dispensa ou inexigibilidade.

A contratação direta ilegal se repetiu com os recursos do Programa Farmácia Básica. Entre 2005 e 2006, Iliene Maria também dispensou licitação para a aquisição de medicamentos e insumos dentro do programa, envolvendo repasses de R$ 48.755,02.

Outras duas ações tratam da aplicação indevida de recursos do Programa de Atenção Básica, voltado para a área de saúde e que deve ser aplicado em iniciativas de prevenção, tratamento e reabilitação, mas sempre na atenção básica. De 2005 até abril de 2006 a Prefeitura recebeu 14 parcelas de R$ 3.024,67 do PAB.

Um relatório de fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU) apontou que a então prefeita repassou parte dos recursos para pagamento de procedimentos de média e alta complexidade, que não fazem parte dos objetivos do PAB. Esses procedimentos foram realizados, inclusive, em “instituições privadas ou estabelecimentos de profissionais liberais”.

Via Mossoró Hoje


Em nota, Robinson Faria cita crise e pede "diálogo e fim da greve da UERN"


O Governador do RN, Robinson Faria, emitiu nota na noite desta segunda (28) sobre a greve dos professores e técnicos-administrativos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), que dura 123 dias.

Em nota, Robinson "renova apelo ao diálogo e pede o fim da greve da UERN". O texto explica, que desde o início do ano, o Governo do RN, recebeu os grevistas por 14 vezes, quando foi explicado as séries de dificuldades enfrentadas pelo Governo por conta da crise, portanto, não seria possível o reajuste salarial.

"Está sendo buscado um novo entendimento que não implique em um aumento de despesas com a folha de pessoal", afirma.

Na nota, o Governador também esclarece que o Estado vem respeitando os repasses mensais para o custeio da universidade.

Segue nota na íntegra:
O Governo do Estado do RN dirige-se à população, e em especial aos alunos, professores e servidores técnicos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), para prestar os seguintes esclarecimentos a respeito da paralisação dos serviços da instituição:

1 – Desde o início do ano, o governador Robinson Faria e secretários receberam os representantes da Universidade por catorze vezes, para ouvir e encaminhar os pleitos da instituição, entre eles o de reajuste salarial para os professores e técnicos administrativos, recebido mesmo diante do grave momento de crise econômica em todo o país. De janeiro para cá, foram seis audiências dos representantes da UERN diretamente com o governador e oito audiências com a secretária-chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, em um claro sinal de diálogo aberto e permanente com a instituição;

2 – Apesar da exposição do governo a respeito das sérias dificuldades financeiras enfrentadas e do encaminhamento dos pleitos para a avaliação da área jurídica, os professores optaram por deflagrar a greve em 25 de maio deste ano. No dia 29 de maio, o Governo divulgou nota esclarecendo que aguardava os pareceres técnicos para a aferição da viabilidade do reajuste. No entanto, foi confirmado o impedimento para a concessão do aumento em função de o Estado encontrar-se acima do Limite Prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, e não poder reajustar despesas com pessoal, sob pena de incidir em ato de improbidade administrativa;

3 – Mesmo com o primeiro parecer negativo, está sendo buscado um novo entendimento, que não implique em aumento de despesas com a folha de pessoal. Ou seja, a negociação permanece, respeitando os trâmites necessários. Não há fechamento do diálogo nem necessidade de pressão do movimento paredista para que haja prosseguimento na análise;

4 – Ao longo dos quatro meses pelos quais se estende a greve, o governo vem respeitando os repasses mensais para o custeio da universidade e o pagamento dos salários de professores e servidores, que já somam o montante de R$ 58,8 milhões somente entre junho e setembro, período em que a universidade permaneceu em paralisação. Deste montante, R$ 56,6 milhões foram gastos com folha de pessoal;
5 - Importante ressaltar que diferentemente de outros órgãos do Governo, a UERN não sofreu qualquer contingenciamento orçamentário. No entanto, os valores que deveriam estar custeando o estudo e aprendizado de cerca de 15 mil estudantes vêm sendo pagos sem o devido retorno com a prestação dos serviços.

O Governo do Estado se solidariza com os alunos da instituição e renova o apelo aos professores e servidores da UERN para que retornem ao trabalho, evitando o prolongamento de uma greve que soma prejuízos irreparáveis não somente aos estudantes, mas a toda a sociedade. Que prevaleça o sentimento de união e responsabilidade. É preciso garantir o retorno ao aprendizado dos milhares de estudantes e a preservação da UERN, um patrimônio do povo potiguar.

Governo do Estado do Rio Grande do Norte

Via Portal Mossoró Hoje