"São desconhecidos", diz delegado sobre suspeitos de matar vereador em Patu

 Fotos: Josemar Matias/ Blog do Campelo

O assassinato ao vereador "Xanxan" Suassuna, de 47 anos, morto na noite do domingo (20) com 12 tiros em Patu, não tem suspeitos. A informação é do delegado Sandro Régis, titular da Delegacia Regional de Polícia Civil de Patu, que investiga o caso.

Segundo o delegado, "ainda não temos suspeitos. Apesar de familiares terem visto os suspeitos no momento do crime, eles os desconhecem".

O delegado informou que os familiares e outras pessoas que estavam no local no momento do crime, foram intimadas e os depoimentos serão feitos a partir desta quarta-feira (23).

"Intimamos esposa, uma tia do vereador e outras pessoas que estavam churrascaria que viram a ação dos criminosos", esclareceu Sandro Régis.

"Só a partir destes depoimentos, eu que eu poderei ter indícios maiores de possíveis suspeitos", finaliza o delegado.

Em entrevista a reportagem do MOSSORÓ HOJE nesta segunda-feira (21), o delegado informou que investiga a possibillidade de envolvimento político na morte do vereador do PMBD. 

Segundo a polícia, dois homens de moto teriam praticado o crime. Eles se aproximaram no momento em que o vereador descia do carro, com a esposa e um enteado, para jantar no estabelecimento.

Comentários