Campanha arrecada doações para cidades em colapso no RN


A Campanha Sertão Vai Virar Mar surge em decorrência da maior seca do Rio Grande do Norte em 100 anos. Com a situação de colapso no abastecimento de água que atinge diversos municípios potiguares, a campanha visa arrecadar alimentos, roupas, entre outros recursos para encaminhar, junto a caminhões-pipas, ao maior número possível de municípios em situação de emergência no estado. A ação começou em outubro e um evento para arrecadar doações acontece neste sábado (17), às 19h, na Pinacoteca Potiguar, Zona Leste de Natal. A entrada custa R$ 10 e 1 kg de alimento não perecível.

Para iniciar, a organização escolheu o município de Pilões, localizado na microrregião de Pau dos Ferros. Por se tratar de um município com poucos habitantes (cerca de 3.450 segundo o censo do IBGE, 2010), os participantes da campanha acreditam que a cidade não tem visibilidade e que, por isso, apresente necessidades mais urgentes. "Conheci um projeto parecido no Recife e resolvi trazer para o nosso estado. Percebi que muitos municípios em colapso dependem de políticos e achei que seria bom arrecadar doações", explicou Brenda Albuquerque, idealizadora da campanha.

A campanha terá duração de um mês, mas pode ser estendida de acordo com a participação dos potiguares e organizações (empresas, ONGs, etc). Os pontos de coleta confirmados até o momento são: o Mahalila Café & Livros, café situado em Potilândia, o Enquanto Seu Lobo Não Vem, restaurante em Petrópolis e a Focus Loteria, localizada no Bompreço da avenida Prudente de Morais. "Buscamos o apoio de empresas norte-riograndenses para distribuirmos mais pontos de coleta e conseguirmos os recursos para que a campanha tenha o sucesso almejado", disse.

Para alavancar as arrecadações, um evento será realizado na Pinacoteca Potiguar neste sábado (17) às 19h com a participação das bandas natalenses Fukai, Zurdo, Tropicaos, Mc Priguissa, Skarimbó e Joseph Little Drop, além do lançamento de um fanzine (Sedenta), a feira que incluirá artigos artesanais desenvolvidos por alguns apoiadores da causa (ALLternativ, Flores de Vênus, WIT Apparel, etc) além da exposição fotográfica "Caminhos do Sertão" de Ney Douglas. Será cobrado um valor de R$ 10 e 1 kg de alimento não perecível, todo o valor arrecado será revertido em doações.

No mês de novembro, a organização vai levar as doações para a primeira cidade, Pilões, distribuindo o que for arrecadado.

G1

Comentários

.

.