Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 16 de maio de 2017

EMBATE POLÍTICO QUEBRA "TRÉGUA" ENTRE OPOSIÇÃO E SITUAÇÃO NA CÂMARA DE VEREADORES DE PATU

Vereadores Thiago Queiroga e Lucélia Ribeiro

A trégua política vigente na Câmara Municipal de Vereadores, foi "quebrada" na sessão da última quarta-feira (10), quando as normas regimentais da casa, foram questionadas pelo vereador líder da bancada oposicionista, Thiago Queiroga, que cobrou da presidente da casa, mais imparcialidade no que diz respeito a sua postura política frente à presidência.

A presidente, vereadora Lucélia Ribeiro, rebateu as críticas e disse que como cidadã, tem o livre arbítrio para opinar sobre temas importantes e dentro da democracia. Ambos os vereadores leram trechos do Regimento Interno da casa. 

O fato se deu ainda na apresentação e leitura de projetos, onde cada vereador propositor dispunha de dois minutos para falar sobre os mesmos, no entanto, o vereador Thiago, solicitou aparte, o que de acordo com a presidente da casa não era permitido naquela ocasião. O vereador então solicitou da presidência a comprovação de que ele de fato, não o poderia fazer. 

Diante dos acontecimentos, a presidente Lucélia, usou o termo "tumultuar" para pedir que os ânimos se acalmassem.

Thiago rebateu os argumentos da vereadora e cobrou ações da mesa para saber quais providencias seriam tomadas mediante o ocorrido. Foi ai que o vereador usou o termo "bajulador" e lembrou que como relator da Comissão de ética da casa, irá avaliar a situação para que à mesa, segundo ele, faça o seu trabalho de maneira imparcial.

O fato é que muita água ainda vai rolar. 

Apenas o regimento, que é de livre acesso de toda a população, é que vai dizer como os trabalhos devem ser realizados.

Cenas do próximo capítulo...




0 comentários:

Postar um comentário