Escola Agrícola de Jundiaí certifica 950 alunos da rede estadual


 “Com o curso que fiz muitas portas foram abertas e muita carreira profissional cresceu muito”, declara Alana Carolina de Ribeiro Ramalho, 19, um dos 950 alunos da rede estadual certificados na última sexta-feira (17) pela Escola Agrícola de Jundiaí da Universidade Federal do Rio Grande do Norte através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Alana fez o curso de Assistente Administrativo, Recursos Humanos e  Assistente de Faturamento seguindo o itinerário formativo proposto pela modalidade. “Logo no primeiro curso fui encaminhada para uma entrevista no Atacadão e passei um ano como Jovem Aprendiz no setor administrativo. Ao fim do contrato fui efetivada, e fui promovida a Operador de Caixa. Só tenho a agradecer a oportunidade que me foi permitida e parabenizar a Escola Agrícola de Jundiaí pelo trabalho desenvolvido”.

Durante a solenidade, o Coordenador Geral do Pronatec/EAJ/UFRN, Prof. João Inácio da Silva Filho, destacou a importância do Programa na formação continuada do jovem. “A Escola Agrícola de Jundiaí foi uma das primeiras a ofertar cursos do Pronatec no Brasil. Desde então, temos qualificado mais de 50 mil cidadãos em mais de 134 municípios do Rio Grande do Norte. Com a modalidade Jovem Aprendiz ofertamos um diferencial para os participantes, que é o itinerário formativo, que permite aos jovens a capacitação em vários cursos da mesma área e um certificado com a carga horária maior, além da inserção no mercado de trabalho em empresas de renome”.

“Certificar um quantitativo tão alto de jovens é muito gratificante para nós. Cada profissional formado pelo Pronatec é um agente transformador do desenvolvimento, e vamos continuar trabalhando na busca de mais vagas para todo o Rio Grande do Norte”, completa o Professor João Inácio.

Em fala, o Coordenador do Pronatec Jovem Aprendiz EAJ/UFRN, Paulo Roberto de Souza, destacou os dados atingidos pelo Programa. “Há dois anos atrás quando a modalidade Jovem  Aprendiz foi lançada, tínhamos uma grande preocupação em como seria o desdobramento do programa. Infelizmente, devido à crise financeira não foi possível empregar todos os jovens inscritos no Jovem Aprendiz em Natal e Mossoró, mas através da parceria  com empresas de renome conseguimos inserir 140 alunos no mercado de trabalho, e 70% desses jovens foram efetivados, o que para nós é um dado muito bom”.

Pronatec Jovem Aprendiz
Criado em 2015, o Pronatec Jovem Aprendiz é um desdobramento do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) que visa possibilitar a qualificação profissional e a entrada de jovens da rede pública de ensino no mercado. Além de ter acesso a um curso de qualificação profissional, o jovem aprendiz encontra na empresa a oportunidade de colocar em prática tudo aquilo que está aprendendo.

Durante o programa, o aprendiz em formação tem aula duas vezes na semana e jornada diária de trabalho entre quatro e seis horas, recebendo o equivalente ao valor por hora do salário mínimo. Nesta oferta do Pronatec, os jovens fazem cursos de formação inicial e continuada (FIC) organizados em itinerários formativos de ao menos 400 horas teóricas, com cursos cuja temática seja relacionada entre si e de complexidade progressiva.

No Rio Grande do Norte, mais de 30 cursos foram ofertados nas áreas de gestão de negócios, saúde e turismo são ofertados através da Escola Agrícola nas Escolas Estaduais Monsenhor Raimundo Gurgel, Governador Dix-Sept Rosado, Professora Maria Stella Pinheiro Costa, Aida Ramalho Cortez Pereira, Professor Abel Freire Coelho, em Mossoró; e Edgar Barbosa, Professor Varela Barca, Padre José Maria Biezinger, Prof Josino Macêdo ENS. 1 e 2 graus, Padre Monte, Instituto Padre Miguelinho, Centro Educação de Jovens e Adultos (CEJA) Professor Reginaldo Téofilo, Professor Antônio Pinto de Medeiros, Senador Dinarte Mariz, Peregrino Junior e Professor Anísio Teixeira, em Natal.

Empresas como a Acioly, Associação Alphaville Mossoró, Atacadão Zona Norte, Atacadão Zona Sul, Casa Norte Atacado, Cei Mirassol, Colégio Diocesano Santa Luzia, Comercial Freitas, Comjol, Constel, Cyro Cavalcanti Auto-peças, Doce Dantas, Docelândia, Hotel Thermas, Iskisita Atacado, Lampadinha, Laser Eletro, Lotus Material de Construção, Narciso Enxovais, Natal Veículos, Nau Frutos do Mar, Paladar Tropical, Prestígio Nestlé, Phoenix, Vicunha Têxtil, Hapvida, Mangai e WT Distribuidora foram parceiras do Programa Jovem Aprendiz e da Escola Agrícola de Jundiaí. 140 jovens foram inseridos no mercado de trabalho.

Comentários