Presidente da AMORN repudia calote do Governo Federal aos municípios.



O Presidente da Associação dos Municípios do Oeste do RN (AMORN), Rivelino Câmara, emitiu nota repudiando O CALOTE DADO PELO GOVERNO FEDERAL, em relação ao não repasse de recursos financeiros para o enfrentamento da crise que assola os municípios de todo o país. "Repudiamos a falta de compromisso do governo federal para com todos os prefeitos que tem enfrentado uma crise jamais vista em toda a história contemporânea, disse Rivelino.

Vale lembrar que o prefeito de Patu participou ainda no mês de novembro da Mobilização dos Prefeitos em Brasília, onde o presidente Michel Temer garantiu a liberação de recursos importantes para os municípios. O que não aconteceu. "O Governo Federal de último momento, alegou que os recursos não podem serem transferidos via Medida Provisória (MP), e só deverão ser liberados após o retorno do Congresso Nacional, via Projeto de Lei, o que é lamentável, pois impossibilita principalmente os pequenos e médios municípios de reorganizarem as suas finanças", disse

A AMORN repudia a tamanha falta de respeito da UNIÃO e reafirma o seu compromisso de buscar meios e parcerias para viabilizar melhorias para os municípios integrantes da associação.

Comentários